Barra, churrasco e Museu do Pontal: O quarto dia no Rio de Janeiro

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

Um bom dia diferente, afinal não é todo dia que acordamos do ladinho do mar. Mateus aproveitou que acordou a um quarteirão da praia de Ipanema, no Ipanema Plaza e foi correr e nadar um pouco… Lu preferiu curtir a cama.

Na volta, fomos agraciados com o melhor café da manhã da cidade. Assim começamos nosso quarto dia na cidade maravilhosa.

Recebemos um mega café da manhã em nosso quarto, parecido com aqueles que até então só tínhamos visto em novela… rsrs… e achamos tudo muito divertido e gostoso!

 

img_1551

Nosso café da manhã, mais que especial

“Mateus me acordou, o que normalmente me deixa muito nervosa, mas havia uma bandeja linda perto dele, então não teve como ficar brava… Kkkk…” – Lu.

Depois de comermos bastante e darmos nota 10 para o serviço de quarto do Ipanema Plaza, arrumamos nossas malas para praticamente mudar de cidade. Saímos da zona sul com destino a Barra da Tijuca, onde iríamos ficar por mais um dia.

Fomos direto para almoçar na Churrascaria Fogo de Chão, onde enfiamos o pé na jaca, ou formalmente falando, saímos da dieta. E como não sair?

img_1570

Carnes nobres, serviços diferenciado

img_1614

E uma linda vista para a Lagoa da Tijuca

A melhor churrascaria da cidade, com a melhor picanha com alho, que somos fãs. Atendimento impecável, uma linda vista para a Lagoa da Tijuca e o requinte da decoração, tudo foi destacado em um post especial, confira!

Saindo do nosso almoço, fomos conhecer um Museu que você NÃO PODE DEIXAR DE VISITAR!

Não sabíamos ao certo o que iríamos encontrar… na verdade não sabíamos nada. Chegamos no aconchegante espaço que mais parecia uma pousada, e fomos recebidos com violão e cânticos, e assim seria todo o percurso da visita guiada.

img_1640

Nossa recepção foi bastante animada

O Museu Casa do Pontal é um projeto idealizado pelo pintor Jacques Van de Beuque, que após sua chegada no Brasil, comprou e constituiu residência por ali. Seu interesse pela cultura regional contribuiu para o surgimento do maior e mais significativo museu de arte popular do Brasil, com cerca de 8.500 peças de 300 artistas brasileiros.

Entre uma galeria e outra, nossa guia cantava, tocava e interagia conosco nos convidando a tocar também, o que tornou a visita musical ainda mais especial.

“Eu tentei umas notas no triângulo, enquanto a lu apanhava do pandeiro… Kkkk…” – Mateus.

Saímos da nossa visita querendo voltar e acredite, muito felizes por existir um lugar encantador como este que vale a pena ser conhecidos por todos.

“Eu chorei em uma das galerias que retratava as brincadeiras de infância, quando relembrei tudo que eu já vivi… emocionei de verdade, foi lindo!” – Lu.

Encerrada nossa visita, fomos em direção ao nosso novo lar, por uma noite… rsrs… O destino era o Hilton Barra, um hotel incrível e que qualquer palavra não definiria tão bem o quanto é maravilhoso.

gopr6488-00_02_26_11-quadro006

Em nosso quarto, uma cerveja de boas vindas, e na piscina, momentos de descanso. Fizemos um post sobre o hotel, confira!

Enfim fomos descansar, afinal o quinto e último dia começaria bem cedo.

Lugares para conhecer

Museu Casa do Pontal
Endereço: Estrada do Pontal, 3295 – Recreio dos Bandeirantes
Entrada Gratuita

Restaurantes, bares, etc

Churrascaria Fogo de Chão
Endereço: Av. Ayrton Senna, 2150 – Lojas 401 a 409 – Barra da Tijuca
O que serve: Rodízio de carnes

 

Luiza e Mateus

www.casamil.com.br

Estivemos no Rio de Janeiro entre os dias 17 e 21 de abril 2017. Post sobre o dia 20 de abril.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *